Natal Euzaria

Publicado em

Dia 25/12, 19:30. A ceia já estava na mesa, os presentes escondidos. Parte da família já estava reunida, a outra parte, chegava para começar a celebração. Não teve pinheiro iluminado, ou enfeitado, mas as árvores que rodeavam a praça Marechal Deodoro.  

01

Para a Família Euzaria, é sempre tempo de solidariedade. Essa foi mais uma noite de celebrar o amor ao nosso próximo e a gratidão pela vida! Pelo terceiro ano consecutivo, chegou a noite de fazer a ceia na rua.

02

As luzes que não iluminaram um pinheiro, transbordaram almas em sorrisos verdadeiros. Os abraços reais, o acolhimento/pertencimento e o eco da palavra “obrigada” formaram o cenário do encontro de diversas famílias como a nossa. Encontro que funde famílias, que nos torna uma só, que nos permite entender que somos todos iguais.  

Três anos de rotina solidária. Três anos e o natal de 2017 foi a minha primeira experiêcia fora das quatro paredes de consumo – consciente – da Euzaria. No ponto de encontro, falamos sobre empatia e gratidão. Duas das três palavras que permearam o meu ano. A terceira é graça, que significa oferta ou favor que se oferece ou se recebe de alguém. Falamos também sobre chamado e mudança. Meu coração na mesma frequência daquelas palavras. Sintonia. Já não mais me sentia caloura em um evento beneficente, mas parte de uma família, unida pelo mesmo propósito.  

03

Uma mesa farta e sacos cheios de presentes. Voluntários de coração aberto, dividindo amor e carinho, em um encontro que tinha como maior proposta fazer a diferença! Teve muita dedicação, colo e brincadeira. A ceia foi muito além do prato cheio e o copo de suco/refrigerante/água. A ceia foi além do “Tia, coloca mais um pouquinho de purê…” ou “Tio, consegue uma bola para o meu filho?”. Alimentamos nossos corações e o de outras famílias também. Dividimos alegrias e celebramos a vida juntos, apesar das dificuldades. Celebramos o hoje. Acredito então, que deveríamos dizer que multiplicamos alegrias. 

Empatia, gratidão e graça. As três palavras ainda ecoam meu coração, mas não terminaram o ano apenas como palavras. Através da vontade de mudar, de transbordar, de buscar sentido, decidi ouvir o chamado que desperta meu coração todos os dias, posso afirmar que é divino. Uma vida com propósito te tira da zona de conforto, te transforma e te transborda. O propósito te desperta e te impulsiona a mudar.

Nada melhor do que tornar prática viva tudo aquilo que acreditamos, “Seja a mudança que você quer ver no mundo” é um lembrete diário para ser a ação principal do nosso dia a dia.  

Com amor, gratidão e motivação, Feliz Natal!

Texto escrito pela querida: Julia Lemos

Sustentabilidade com IAÔ Design em Resíduo Plástico

Publicado em

A noite de quarta-feira se voltou para sustentabilidade! A Fábrica Cultural, com patrocínio da Brasken e Governo da Bahia, apresentou as duas primeiras coleções da IAÔ Design em Resíduo Plástico, no Teatro Eva Herz da Livraria Cultura, no Salvador Shopping. Onde Luciana Galeão e Márcia Ganem contaram sobre as coleções que assinaram, o trabalho que vem se desenvolvendo e os impactos gerados através dele.

iao

IAÔ Design é um projeto que está inserido na nova economia, e tem como propósito resignificar materiais em desuso por enxergar o design sustentável como meio de renovar práticas e construir um cenário de inclusão social que tem a sustentabilidade como o valor pertencente a todos, indo além de aspectos ambientais. Mas que se estende ao processo como sustentação dos grupos produtivos e a conservação da cultura artesanal.

iao-design

O material em foco para a produção dessas coleções é a lona de propaganda, também usada nas nossas eco mochilas criadas para doação, levando o processo à uma economia reversa ao transformar a “arte” do designer gráfico/publicitário em outra, através de um novo olhar e recortes.

Luciana Galeão apresentou a coleção África Gráfica, que respeita a diversidade do material e abraça uma cartela de cores descombinada, mas se utiliza de formas geométricas, como os quadrados, para criar uma identidade entre as bolsas, sapatos, almofadas, etc. Além de incluir quatro técnicas artesanais (macramê, costura, cestaria e tecelagem) com o objetivo de agregar valor ao produto e envolver mais pessoas no processo, considerando as habilidades das mulheres dos grupos produtivos.

africa-grafica-luciana-galerao-iaobolsa-africa-grafica-luciana-galeao-2 bolsa-africa-grafica-luciana-galeao
O mais encantador, e que revela um verdadeiro cuidado desde à criação até a peça final, é que sua produção gera 0% de resíduo! Porque até mesmo a linha que sobra do tear é reaproveitada. E todo esse processo contou com o auxílio de 15 tecelãs da Coopertêxtil, que há 13 anos une e capacita mulheres, e recebeu o convite de Luciana em um momento ímpar dessa história, de renovação e possibilidade de gerar renda para todas as famílias envolvidas. E abriu aproveitou o potencial para além de peças utilitárias, seguindo para as de moda e decoração.

Com Nyala (que através da Mimo Arquitetura reutiliza materiais e montou os espaços Euzaria) e Luciana Galeão.

E por falar em decoração, Márcia Ganem apresentou a coleção MOB, de peças de mobiliário com estruturas de palets e lona, evidenciando o material gráfico como obra de arte, aproveitando as estampas para criar peças exclusivas. Peças que foram norteadas pela criatividade da cultura local, o desafio de criar uma base ecológica, alto padrão de design e alta reprodutividade, a fim de ativar um maior número de núcleos produtivos. Por isso, todos os móveis foram pensados com modelagem essencial, mínimo de costura e a utilização apenas da serra tico tico e parafusadeira.

márcia ganem iaô design

Gostou do projeto? Em breve a IAÔ Design vai abrir uma galeria para comercializar suas peças de design sustentável, que vai além do produto em si. Pode esperar!

Mais uma ação de amor: Loja Solidária do Circuito do Bem

Publicado em

A semana passada foi marcada por uma linda ação, realizada pelo Circuito do Bem a convite do Salvador Shopping, que apoiou e cedeu uma de suas lojas para se tornar um espaço de fazer e sentir bem! O evento começou na última quinta-feira (28), terminou no domingo (31), e já deixou saudade no coração de muita gente que colaborou e visitou a Loja Solidária, que teve seu projeto assinado pela Mimo Arquitetura. Quantas vezes ouvi que ela deveria ficar ali pra sempre… ♥

loja-solidária-salvador-shopping loja solidária circuito do bem 2

Mas antes, deixa eu (Amanda, rs) explicar… O Circuito do Bem nasceu em março deste ano; partiu do coração e da vontade de amar mais, mas já faz parte de outros que tem sentido junto pra realizar. E de lá pra cá vem tomando forma, apesar de não ter um padrão de ação. Basta poder fazer bem e encantar através de cada detalhe, que está valendo! E assim como surgiu inspirado por iniciativas como The Street Store e tudo que eu vinha vivendo com a Euzaria, também tem como propósito inspirar e conectar pessoas para fazerem o bem com o que sabem fazer de melhor. E foi exatamente isso que aconteceu nesses quatro dias!

Além do Bazar Solidário com peças doadas por lojistas e pessoas físicas, onde toda renda foi destinada à IBCM (Instituição Beneficente Conceição Macedo), reunimos projetos que deixaram nosso espaço mais interativo, como Livres Livros e Liberte Seus Sonhos. Levamos para dentro da loja a nossa ação de poesias em garrafas, demos de presente 200 mudas doadas pela Secretaria Cidade Sustentável e preparamos uma programação especial, que inclui a Oficina de Arte Euzaria com as crianças do GACC (Grupo de Apoio à Criança com Câncer) e o Bate-Papo Amador com a presença da jornalista Renata Menezes e a cantora Aiace para conversar sobre feminino, e foi sensacional e muito esclarecedor!

oficina de artes euzaria circuito do bem bate-papo-euzaria-circuito-bem

Mas o movimento não parou aí e deixou lembranças que queremos compartilhar com você! Sinta alguns momentos que marcaram essa ação:

Momentos feitos por pessoas que foram à Loja Solidária e levaram um pouco de nós e deixaram muito de si, como Carmen que doou o vestido que usou no casamento do filho porque queria que fosse algo especial; Mélia e Fátima que nos deram de presente um anjinho da guarda; Glória e Tininha que tem um projeto social há 9 anos e se conectaram com o nosso; Alessandra que fez questão de regar as mudinhas; Paulo que chegou com palavras doces; Anderson que comemorou o aniversário e Messias Araújo, que perguntou se poderia tocar e fez o show da noite! E juntos, nos emocionamos, despertamos sorrisos, aprendemos, multiplicamos o bem e seguimos acreditando: o amor pode ser o começo, o meio e um circuito sem fim.

circuito-bem-amor

Sobre próximas ações? O coração ainda vai dizer! Mas você pode acompanhar e fazer parte desse circuito seguindo @circuitodobem no Instagam. E em breve, também através do site!

Isso é Euzaria!

Publicado em

Se você chegou aqui, provavelmente já conhece a Euzaria, ou é amigo de um agente. De qualquer forma, nada é por acaso. 😉 Já são mais de 30 mil pessoas conectadas, ajudando a impactar a vida de tantas outras com gestos de amor. Mas agente que é agente quer saber cada detalhe pra compartilhar, e pra quem ainda não se tornou um, achamos que seria muito legal deixar registrado aqui como funciona a nossa empresa e o Movimento Euzaria!

amor-euzaria

Primeiro de tudo, é importante saber que a Euzaria nasceu com um modelo de gestão baseado no Capitalismo Consciente, que começou a dar os primeiros passos em 2002 através da visão do indiano Raj Sisodia, com a colaboração de John Mackey, nos Estados Unidos. O que significa que somos uma empresa; que temos lucro, mas também, um propósito que vai além.

4-pilares-capitalismo-consciente

E junto à esse pilar, seguimos mais três: o de liderança consciente, cultura de transformação e integração com as pessoas envolvidas em cada processo, entre elas, as costureiras das nossas eco mochilas e os amadores dos espaços Euzaria.

As costureiras Raimunda e Meire, e a nossa amadora Bia. Quanto amor!

O nosso propósito é o de resgatar o pertencimento e o valor do ser além do ter, por isso, e por acreditar que devemos ser protagonistas dos nossos sonhos – e o nosso é o de transformar o mundo em um lugar melhor -, convertemos vendas em atos de solidariedade. Um pra dois!

propósito-euzaria

E a cada compra que você faz na Euzaria, juntos geramos um bem para atender necessidades, proporcionar tempo de qualidade e a oportunidade de levar mais amor pra quem precisa, resgatando valores com mensagens especiais. Tudo isso acompanhado por uma dedicatória escrita por você, no ato da compra.

dedicatória-euzaria

E com essa intenção o nosso mix de produtos vem crescendo, buscando soluções cada vez mais sustentáveis, cientes da origem da matéria prima, mão de obra legal, e de acordo com as necessidades que ouvimos nas ruas e instituições. Não pensamos simplesmente em vender um óculos de sol, mas ao saber que muitas crianças nem sabem que não enxergam bem, desenvolvem problemas de saúde por conta da visão e diminuem o desempenho na escola, trouxemos o óculos de sol para viabilizar a consulta oftalmológica e o óculos de grau para elas.

O mesmo sentimento segue para todos os produtos, que assim, ganham alma!

atos-solidariedade-contrapartida-social-euzaria

Bem, existem alguns que fogem à regra, por uma boa causa! Os que são criados em parceria, geram atos de solidariedade relacionadas à proposta do projeto, como a linha com t-shirt, quadro e alpargata da ONG TETO, onde parte do lucro será revertido para ajudar a construir casa de emergência para pessoas em situação de extrema pobreza. E ainda, a parceria que fazemos com restaurantes, que adotam o nosso modelo de negócio e a cada refeição vendida do Menu Euzaria, outra é gerada para levamos no Jantar na Rua toda semana.

euzaria-teto

E a melhor parte, é que a doação da contrapartida gerada pela sua compra acontece em ações abertas para que você escreva essa história de transformação com a gente, do início ao fim recomeço. Juntos, para dividir! Através de experiências únicas e de expansão de consciência. Basta acompanhar o nosso perfil no Instagram pra se informar sobre o dia, ponto de encontro e se preparar pra levar e receber muito amor!

ação-euzaria

Aproveita e fica de olhos e coração abertos para os eventos que semanalmente realizamos em nossos espaços, no Shopping Barra (L4) e Shopping Paralela (L1), com música, bate-papo, meditação, sarau de poesia e muita alegria (quem já foi, sabe que temos uma coleção de momentos incríveis ♥).

bate-papo-amador-euzaria

E também em todas as novidades que estão chegando em nossos espaços e e-commerce para gerar mais e mais transformações. Porque isso é Euzaria!

Fotos: Marcelo Moraes

Para se reconectar e descobrir seu propósito

Publicado em

Quem conhece O Pequeno Príncipe deve se lembrar do desenho da jiboia aberta ou fechada que digeria um elefante, mas que os adultos não conseguem compreender. “Porque um chapéu daria medo?”, eles perguntam. E diante disso, a gente arrisca dizer que se trata de uma história baseada em fatos reais, porque nós, adultos, não conseguimos mesmo compreender muitas coisas.

pequeno príncipe desenho cobra fechada chapéu

Já as crianças olham o mundo atentas, desbravam o desconhecido e simplesmente sendo – ainda sem barreiras, sem certo ou errado -, são sábias por viverem em essência. O tempo passa, a gente cresce, mas algo aqui dentro parece diminuir. Somos diariamente cobrados – e nos cobramos -, para alcançar o que grande parte da sociedade entende como sucesso. Uma interminável lista que carrega valores de ter, ao ser, e costuma deixar de lado o que verdadeiramente inspira cada um de nós.

E assim,

As pessoas grandes aconselharam-me deixar de lado os desenhos de jiboias abertas ou fechadas, e dedicar-me de preferência à geografia, à história, ao cálculo, à gramática. E abandonei, aos seis anos, uma esplêndida carreira de pintor. Eu fora desencorajado pelo insucesso do meu desenho número 1 e do meu desenho número 2. As pessoas grandes não compreendem nada sozinhas, e é cansativo, para as crianças, estar toda hora explicando.

pequeno príncipe cobra aberta

Por isso, é preciso se reconectar com a essência para descobrir um propósito maior na vida. Não esquente a cabeça tentando encontrar a resposta intelectualmente. Isso só irá trazer ansiedade. Ela está no sentir. Siga seu coração e o fluxo, porque “onde as necessidades do mundo e os seus talentos se cruzam, aí está a sua vocação”, disse Aristóteles, e faz muito sentido para nós. Você vai descobrir a sua!

E para ajudar nessa caminhada, listamos algumas dicas e exercícios:

1. Feche os olhos e respire
O silêncio fala alto e diminui os ruídos dentro de você, onde moram todas as respostas. Experimente reservar alguns minutos para meditar, sem pressão. Porque meditar não é se concentrar e não pensar nada, mas deixar seus sentimentos e pensamentos livres para que da mesma forma que chegaram, possam ir. Apenas observe cada um deles.

2. Recordar o ser
Crie uma lista com todas as coisas que você gostava quando criança. Desde a cor preferida, um brinquedo especial, o melhor amigo, até hábitos e pensamentos. Lembranças da infância podem te levar aos seus mais puros desejos.

3. Reflita
Se perguntar sobre seus desejos e habilidades é essencial para essa descoberta. E se puder, anote. É um exercício de autoconhecimento, que você pode começar por questões como essas: o que ama fazer; quais as suas competências; quais suas inquietações do mundo. As respostas podem te levar à pontos em comum. 😉

4. Vivendo e aprendendo
Invista em experiências de transformação como o Despertar, que nasceu com o propósito de ajudar as pessoas a encontrarem o seu através de uma vivência colaborativa que expande a consciência para outros aspectos essenciais da vida. E o LAB Empreendendo com Propósito, que também parte do ser, mas se direciona para proporcionar experiências de conexão com a nova economia e gerar mudanças na vida de empreendedores, rede de stakeholders e o planeta como um todo. Os dois serão realizados neste mês! Clique aqui e aqui para saber mais.

A sua essência é quem você é. Redescobri-la é como um retorno para casa. E o seu propósito, um convite para o mundo entrar. ♥

Fotos: Marcelo Moraes