Dicas para usar t-shirt no trabalho

Publicado em

Apesar do ar despojado, as t-shirts são um clássico no guarda-roupas de qualquer pessoa! Uma peça democrática em todos os sentidos, que além de vestir bem todo mundo, transita com facilidade por diferentes estilos e ocasiões, das mais descontraídas ao ambiente de trabalho, dependendo da profissão e complementos.

Se seu ambiente de trabalho for muito formal, como alguns escritórios de advocacia, melhor separar a t-shirt para os momentos de folga, mas se trabalha em um ambiente casual, como escritório de arquitetura, agência, administrativo, estúdio de design, ou por conta própria, aproveita: a t-shirt pode ser sua melhor companhia!

1. Hi-lo: Para contrapor o estilo despojado da t-shirt e criar um visual equilibrado, combine a peça com outras mais sofisticadas, como as de alfaiataria, jeans com lavagem escura, saia lápis de cintura alta, calça reta ou flare. Vai do seu estilo e necessidade a escolha do material e modelagem!

2. Paleta de cores: As t-shirts em cores neutras (branco, preto, cinza e bege), em conjunto com peças que seguem essa mesma paleta, garantem um visual mais clássico e sofisticado. Mas se prefere as t-shirts coloridas, é interessante fazer dela o ponto de luz da produção, com peça de baixo, sapatos e acessórios neutros.

3. T-shirt estampada: A gente ama, usa e sabe que você também! Com ela expressamos valores, pensamentos, gentileza… Por isso, escolha as que mais se conectam com a sua essência e propósito para usar no trabalho. Quer algumas sugestões? empatiapropósito♥ > $ e bom dia, por favor, desculpe & obrigado(a).

estampas euzaria

4. Terceira peça: A terceira peça é o toque final. Ajuda a imprimir personalidade, tira do lugar comum e dá o tom da produção. Para um look moderno e menos casual,  blazer + t-shirt 00é uma ótima pedida para reuniões importantes e palestras.

tshirt blazer look trabalho

E para tirar o combo t-shirt + calça jeans do básico com charme e estilera?
tshirt-euzaria-look-trabalho

Adicionar um maxi colar pode ser uma boa e simples opção! Ou um maxi colete para um visual super atual. Opções não faltam, e cada elemento faz a diferença e vai dando um up na t-shirt nossa de cada dia!

A educação transforma e nós nos transformamos pela educação

Publicado em

A cada t-shirt vendida, não doamos outra. Não mais! Agora, cada peça vendida = um dia de aula para um jovem, através da parceria com o Instituto Aliança. E vamos contar com você para essa mudança. Ou melhor, evolução!

euzaria instituto aliança

Mais que uma marca, a Euzaria é um movimento! Constante e impulsionado pelo amor, pela inquietação e crença de que podemos ir sempre além, durante estes dois anos buscamos gerar valor compartilhado e resgatar o pertencimento entre as pessoas. E foi isso que fizemos! Dando assistência e atendendo à necessidades reais que identificamos em nossas ações de rua.

Junto com você e milhares de agentes, foram gerados mais de 40 mil atos de solidariedade! Levamos oficinas de artes para crianças carentes, alpargatas para proteger pés descalços nas ruas, água potável, alimento e muito amor mais! E continuamos: em essência, a mesma Euzaria, mas não seria a gente se não fossemos além! E chegou a hora de transformar a nossa contrapartida para transformar vidas através da educação. Porque a gente acredita que a educação está na raiz de todos os problemas sociais que desejamos prevenir e solucionar!

amor com educação

A história que escrevemos até agora foi essencial para o amadurecimento dessa nova fase. Não chegaríamos a este momento se não fosse por tudo que já vivemos. Cada pessoa que conhecemos – e nos ensinou -, cada ação social que despertou novos sentires, cada parceiro que chegou junto, pra dividir.

Entre eles, a Defensoria Pública do Estado da Bahia, com quem criamos o evento “Conversa de Rua”, com a intenção de ouvir a população de rua da nossa cidade para saber sobre seus anseios e como poderíamos ajudar. Durante a conversa, ouvimos muitos depoimentos que tinham como base a falta de oportunidade: “estou nessa situação porque não tive acesso à educação”. E isso nos fez sentir muito! Tanto, que começamos a estudar a melhor forma de fazer essa transição, e estamos prontos:

Agora, cada produto vendido não vai mais gerar um presente, e sim, contribuir com a garantia de que um jovem esteja presente em mais um dia de aula, através da parceria com o Instituto Aliança, uma organização sem fins lucrativos, sediado em Salvador, que atua em oito estados há 20 anos formando jovens protagonistas! Só em 2016, foram mais de 100 mil jovens beneficiados. E juntos, podemos ainda mais!

Acesse: euzaria.com.br/umdiadeaula

5 músicas que fazem sentir

Publicado em

Música é como alimento pra alma, e pra tocar a nossa só com boas vibrações, aí vão algumas que nos fazem sentir, tanto, que já foram até trilha sonora para inspirar a criação de estampas, como “Leve-me ao mar” de Saulo, “Só agradece” de Marina Peralta”, e “Luis” de OLiberato, que em parceria com a banda estampamos o trecho “eu só tô tentando ser tudo aqui que não fui ainda” em uma t-shirt edição especial que está em nossos Espaços e loja online. Vem ver! Mas antes, aperta o play!

OLiberato

Luis – OLiberato

Te desejo vida – Flávia Wenceslau

Trem-Bala – Ana Vilela

Só agradece – Marina Peralta

Crer-sendo – Castelo Branco

E vem sempre mais por aí, porque música é coisa que toca. ♥

2 de Fevereiro: há mares que vem pro bem

Publicado em

A Bahia é terra de uma cultura singular que se faz pela pluralidade. Marcada pelo sincretismo, mistura cânticos e cultos, e entre santos e orixás, revela um sentir para além das doutrinas religiosas: fé. Fé de todo dia, e em dia, reúne quem quer celebrar, no largo, no mar, com o coração repleto de gratidão porque sabe: tem mares que vem pro bem. Só vem! E se deixa molhar, dos pés à alma e cabeça com a força e o amor que surgem das águas, da Rainha do Mar, de Iemanjá.

euzaria iemanjá 2euzaria iemanja 4euzaria iemanja 6

E assim, a gente só vai devolver o que for bom! Por isso, um pedido à consciência. Antes de deixar os presentes nas águas, lembre-se: eles devem ser biodegradáveis! Flores, frutas, pente de madeira, sabonete sem embalagem, e no lugar do frasco de perfume, perfumar… O meio ambiente agradece e a gente continua tendo apenas motivos para festejar! Afinal, mar, doce lar…

euzaria iemanja 8

Agora sim! Pode chegar, 2 de Fevereiro, que nós já estamos no clima! Além do lançamento da nossa t-shirt especial em homenagem à Iemanjá (em duas cores e quatro modelagens, entre elas a novidade da T-dress), queremos convidar você para a Ação Aberta com a IBCM (Instituição Beneficente Conceição Macedo). Juntos, vamos levar afeto, alimento e presentear trabalhadores que lutam por sua sobrevivência e viraram a noite no Rio Vermelho! O encontro será às 6h na Praça da Dinha.

euzaria iemanjá 9

Vem com a gente! Odoya!

Fotos: Marcelo Moraes (@alemdoter)

Por que feminismo

Publicado em

Fe-mi-nis-mo. Enquanto essa palavra soa como mantra para mulheres que chegam a dar, literalmente, a cara à tapa pelo movimento, para outr@s é sinônimo de radicalismo, ou defendem que não são nem machistas, nem feministas, e sim, humanistas! Um equívoco bastante comum, e a gente explica por que.

Cada cabeça é um mundo, e a forma de falar sobre um assunto ou agir diante dele, muda de pessoa para pessoa, e nesse caso, sobra para o feminismo um conceito deturpado sobre a sua essência. Vamos então começar esclarecendo que, ser feminista não anula a feminilidade, e muito menos é o contrário de machismo e defende uma posição privilegiada da mulher sobre os homens. Isso seria femismo.

O feminismo, nada mais é que luta da mulher pela igualdade social, política e econômica entre os gêneros, e precisa existir! Porque o machismo existe, mata, estupra, aprisiona e humilha. Não é exagero e dados apontam: segundo o Ipea (Instituto de Pesquisa Aplicada), todo ano cerca de 469 mil mulheres e meninas são estupradas, e atos graves como esse tem raiz onde também brotam atos considerados banais como cantadas “inofensivas”.

feminismo

E resumir esse cenário ao argumento do humanismo, é anular a possibilidade de tornar real a própria ideologia, porque partimos de um ponto que ainda não chegamos – a igualdade -, sem passar por uma etapa essencial nesse processo: discutir as diferenças, os direitos negados, o desrespeito, as estatísticas. É preciso dar espaço ao tema para semear a reflexão, promover a expansão da consciência, e então, gerar a transformação da cultura.

O feminismo existe como ferramenta de empoderamento, para levantar a voz das mulheres, e com sororidade, ajudar outras a perceberem o seu valor dentro da sua condição e sociedade. Existe, para que possam compartilhar experiências; falar sobre o feminicidio (crime de ódio cometido contra a mulher); sobre a diferença de salário entre homens e mulheres com mesmo grau de instrução numa mesma função, e outras questões que se apresentam de diversas formas no dia a dia, inclusive veladas em pequenos gestos, discursos e até piadas.

feminismo

Então, se você se identifica como mulher e preza pela liberdade de tomar suas próprias decisões, pessoais ou de caráter político (como votar, por exemplo, conquistado há cerca de 80 anos, apenas); por sair sozinha à noite; trabalhar na área que quiser, seja dona de casa ou policial; seguindo sua vida como bem entender, seja bem vinda: você é feminista.

direito mulher voto

E isso não te leva necessariamente a militar na causa. Ter consciência da importância de reconhecer o movimento e se posicionar, já é um passo adiante.

P.S.: Se você é homem e chegou ao fim deste post porque apoia os pilares do movimento, pode se considerar um pró-feminista! E perguntar pra uma amiga como colaborar com essa luta também.